Hoje, um desabafo!

Posted on: 24 de Agosto de 2010

Por vezes me pego querendo escrever, sei lá, talvez para desabafar algo que nem faz sentido falar. Talvez pressionada pelo olhar crítico de toda uma sociedade crítica, não escreva mais.

A desilusão de um mundo que imaginava enfrentar está a cada dia mais me deixando frustrada, na verdade o mundo, formado por pessoas, me desapontam demais. Só é possível confiar nos nossos pais, e ainda com ressalvas aos pais que nos abandonam, mesmo sendo nós ainda bebês. Amigos? Onde estão? Quem são? Como deveriam agir? É uma raça em extinção, que não se encontra em lugar algum. E nem adianta procurar muito, senão você pode encontrar, no máximo, um colega de trabalho ou de escola oportunista.

A única conclusão que chego de tudo isso, é que o individualismo, causado pelo gelo, já tomou conta de quase 100% do coração. Pra quê me preocupar com os outros? Quem disse que preciso fazer esse esforço? Deus disse isso! Mas quem é Deus? No que ele pode me favorecer? Se for me dar algo, eu quero me achegar a esse Deus. Infelizmente as igrejas estão lotadas de pessoas que pensam dessa forma, e não importa a religião, importa a vantagem que tenho se fizer tal coisa.

Enfim, tudo se resume a dinheiro, status, ser ovacionado pelas outras pessoas, que na verdade você nem se importa se estão bem, só se estão te seguindo no twitter ou dando RT de um de seus posts. Aliás, as redes sociais são os novos vírus dessa geração, e os sintomas dessa doença são individualismo exacerbado, esfriamento do contato físico, incompreensão das falhas humanas, paciência inexistente e uma autoestima altíssima, dependendo do número de seguidores e amigos no orkut.

Por vezes meu comportamento é totalmente web 3.0 e outros dias incorporo a geração babyboom, até porque venho da geração X, que nasceu sem computador e cresceu precisando dessa máquina que, mesmo sendo tão útil, traz a internet que nos levou ao caos que hoje se instalou.

Posso estar exagerando intitulando essa geração como caos, mas hoje estou assim, down e preciso encontrar um culpado. Se não tenho GPS ou Wi-Fi no meu celular, estou alienada, se não acesso a internet todos os dias, pertenço às cavernas, se não conheço ou não sei manipular um iPhone, estou na era jurássica. Não sei se quero esse mundo pra viver, mas não tenho escolha…

Anúncios

2 Respostas to "Hoje, um desabafo!"

Nossa, Li, você foi fundo na solidão dos dias de hoje, mas saiba que não és a única a se sentir assim, todos estamos um pouco perdidos nessa imensidão digital.
Não sei se pode lhe dar um alento, mas essa mesma imensidão digital devolveu à minha vida uma amiga que não via há 15 anos. Ela veio a Rio Claro para me abraçar, e foi muito bom, porque renovou minhas esperanças nas pessoas; o mundo, o nosso mundo, ainda pode ser bom para todos!
bj

Alimaira, gostei muito do seu “desabafo” faço dessas palavras as minhas….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: